CEE

07/02/2019

A contribuição do Programa Mãos Amigas no Conselho Estadual de Educação do Paraná

“Um trabalho de excelência”. Essa foi a frase que resumiu a contribuição do Programa Mãos Amigas ao Conselho Estadual de Educação do Paraná – CEE/PR.

Durante dez dias foram realizados serviços de pintura, remoção interna de móveis e equipamentos de informática, manutenção do telhado, reparos elétricos e em parte do mobiliário.

Criado em 2012, o Programa Mãos Amigas consiste na utilização de apenados do Sistema Penitenciário semiaberto para execução de serviços de manutenção, conservação e reparos de unidades escolares e de imóveis do patrimônio público, conferindo-lhes oportunidade de participação ativa na sociedade.

No caso do CEE/PR as restaurações foram necessárias para a melhoria da logística de trabalho, segurança dos servidores e acessibilidade no prédio onde funciona o Conselho.

Para o presidente do CEE/PR, Dr. Oscar Alves, o “Mãos Amigas” é um excelente programa, que contribui efetivamente para solucionar a urgência com pequenas obras de reparos e manutenção. “Com o planejamento da ótima equipe de gestão do Programa, organização do CEE/PR e compromisso dos monitores que acompanham os apenados, foram realizados todas as adaptações e consertos emergenciais, em curto prazo. Sem essa ajuda, seria inviável a readequação do prédio”, relata.

Dentre os pontos positivos elencados pelos servidores do Conselho, a relação tranquila e interativa entre os participantes do trabalho chamou a atenção. “Eles possuem uma ótima relação interpessoal, de respeito, diálogo e compromisso, por isso é importante que o Programa tenha continuidade e seja ampliado considerando os objetivos de ressocialização, conservação, manutenção e economia”, afirmou Oscar Alves.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.